Notícias IMA
I Festival de Órgão de Braga

Na Música é chamado “rei dos instrumentos”. O Órgão de Tubos, ou simplesmente Órgão, surpreende os sentidos, quer pela sumptuosidade das suas caixas, ricamente trabalhadas, quer pela envolvente sonoridade que enche os templos.

Nesta primeira edição do evento o Órgão foi apresentado de diferentes formas, com o intuito de dar a conhecer ao público inúmeras possibilidades do instrumento, apresentadas em cinco diferentes Concertos, com cinco diferentes Órgãos e em cinco belas igrejas de Braga, sendo uma delas a igreja de Nossa Senhora da Conceição.


Órgão da Igreja da Conceição

Trata-se de um dos mais antigos instrumentos da cidade que chegaram até nós praticamente na forma original. A sua construção, no século XVII, é atribuída a Filipe da Cunha, tendo por certo sofrido alterações posteriores como a sua deslocação da antiga capela para o local atual. A caixa ricamente decorada em talha com múltiplas policromias é dos raros exemplos que não possui trombetas em chamada (na horizontal), apenas um registo de Trombeta Real interior. Destacam-se, na sua fachada, três torres semicirculares com tubos e vários pequenos anjos que, na sua base parecem trocar olhares com o espaço circundante.

O local destinado ao organista está como que “camuflado” por uma grade, sublinhando o facto de se tratar de um antigo convento de clausura em que, a própria monja organista não deveria contactar com o mundo exterior.

No contexto técnico possui apenas um teclado em madeira de buxo e ébano, de 47 teclas, com a primeira oitava curta, e 18 meios-registos repartidos por mão esquerda e mão direita. No total 517 tubos dão voz a este interessante instrumento, presentemente o mais antigo em funcionamento em Braga.






RUA MONSENHOR AIROSA
4704 - 537 Braga
Tel. 253 204 150
Fax. 253 204 151
E-mail: geral@imairosa.pt 
powered by Peakit